Publicidade

Glitter biodegradável é aposta perfeita pro Carnaval



Quando o assunto é Carnaval, nenhuma quantidade de glitter é demais. As pequenas partículas brilhantes estão presentes em todas as fantasias e makes. Mas você tem ideia do que acontece com o meio ambiente quando esse brilho todo é descartado? Sabe do que o glitter é feito? Se não sabia, fique sabendo que o glitter é feito de plástico e alumínio e totalmente nocivo para o meio ambiente.

Durante o banho, todo glitter que escorre pelos ralos, vai para o esgoto e, por ser menor do que cinco milímetros, o microplástico não consegue ser filtrado e acaba indo para os oceanos, afetando a fauna marinha. Mas calma porque hoje em dia já tem jeito de continuar brilhando muito e de uma forma muito mais consciente. Aqui damos dicas de algumas marcas que apostam no glitter biodegradável. Ou seja: a purpurina que não vai fazer mal nem pra você e nem pra ninguém.

Algumas marcas que produzem bioglitter e entregam em todo o Brasil são a Glitra Bio, Brilhow, Zim Color, Lush, Caminito, Lá do Mato e Pura bioglitter. A Lush, por exemplo, é uma marca de produtos veganos e oferece duas barras para passar no corpo todo e não deixar nenhum pedacinho sem brilho. Os itens podem ser comprados no site da Lush ou em uma das lojas físicas.

A Brilhow é outra opção de glitter biodegradável artesanal. A marca foi criada por duas biólogas marinhas do Rio de Janeiro. Elas utilizam como base o ágar, um produto natural obtido de algas. São usados, também, corantes alimentícios sem microplásticos e mineral. As encomendas podem ser feitas pelo Instagram ou nos pontos de venda no país.

A Lá do Mato é uma saboaria natural com produtos totalmente artesanais e veganos. Os pigmentos levam no mínimo 15 dias para ficarem prontos e são combinados com mica perolada, que é uma pedra em pó, para dar brilho. Outra vantagem da marca é o preço: cada potinho sai a R$ 10 e o spray a R$ 20. Agora que você já sabe que existe o glitter biodegradável, seu carnaval além de muito brilhoso pode ser totalmente sustentável, sem agredir o meio ambiente.

Comentários

Matérias + visitadas